Estados Unidos assinam acordo comercial com o Japão

O Japão eliminará ou reduzirá as tarifas de US$ 7,2 bilhões adicionais

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o primeiro-ministro japonês Shinzo assinaram um acordo comercial em 25 de setembro que reduz ou elimina as tarifas de muitos produtos agrícolas norte-americanos e aumenta o acesso ao mercado dos produtores agrícolas norte-americanos no Japão. De acordo com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), dos US$ 14,1 bilhões em alimentos e produtos agrícolas importados pelo Japão em 2018, US$ 5,2 bilhões já estavam isentos de impostos.

Sob esse acordo tarifário inicial de primeira etapa, o Japão eliminará ou reduzirá as tarifas de US$ 7,2 bilhões adicionais em alimentos e produtos agrícolas dos EUA. O acesso preferencial ao mercado será fornecido para alguns produtos através da criação de cotas específicas do país (CSQs), que fornecem acesso a uma quantidade especificada de importações dos Estados Unidos a uma tarifa preferencial, geralmente zero.

O USDA disse que as exportações para o Japão de trigo e cevada se beneficiarão da redução da “margem” para esses produtos. As importações japonesas de trigo e cevada nos EUA foram avaliadas em mais de US $ 800 milhões em 2018.

No Acordo de Comércio EUA-Japão, o Japão se comprometeu a fornecer acesso substancial ao mercado de alimentos e produtos agrícolas dos EUA, eliminando tarifas, aprovando reduções tarifárias significativas ou permitindo uma quantidade específica de importações com tarifas baixas (geralmente zero). O tratamento tarifário para os produtos cobertos por este contrato corresponderá às tarifas que o Japão fornece preferencialmente aos países do contrato CP-TPP.

AGROLINK – 27/09/201