Alta do milho no mercado brasileiro

Para o curto e médio prazos, o viés é de alta para os preços do milho no mercado brasileiro

Os preços do milho estão firmes no mercado interno, em função da demanda aquecida e expectativas de estoques mais apertados na temporada 2019/2020.

Além disso, o clima adverso (falta de chuvas e calor) no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina aumenta a possibilidade de perdas nas lavouras de milho de primeira safra, fato que colabora com as altas de preços.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, na região de Campinas-SP, a saca de 60 quilos está cotada em R$51,00, sem o frete.

O cereal subiu 3,7% em janeiro/20, em relação à média de dezembro/19. Na comparação com janeiro do ano passado, o milho está 25,9% mais caro este ano.

Para o curto e médio prazos, o viés é de alta para os preços do milho no mercado brasileiro.

SCOT CONSULTORIA

Agrolink – 10/01/2020