Safra de grãos tem recorde em 2016/2017 no Piauí

O aumento do volume de chuvas no Piauí trouxe bons resultados para a safra de grãos. Um levantamento realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em abril e divulgada no mês de maio aponta para um aumento de 136% da produção em relação à safra passada; apesar de a colheita ainda não ter finalizado, a estimativa é que o Estado tenha produção de 3,5 milhões de toneladas de grãos em 2017, contra 1,5 milhões registradas no ano anterior. As produções de soja e milho correspondem a 95% da safra. “Em 2016, a safra ficou abaixo de 1,5 milhões de toneladas. Esse aumento expressivo de 2017 se dá porque ano passado houve perda grande pela estiagem, e esse ano é uma safra normal. Apesar do grande aumento, é uma safra boa, mas dentro da normalidade”, conta o analista de operações da Conab, Thiago Miranda.

O carro-chefe do Piauí é a soja, com mais de 2 milhões de toneladas, seguida do milho, com 1,2 milhões. Até o último levantamento, a soja é responsável por uma produção de 3 mil quilos por hectare, cerca de 50 sacas, chegando a uma série histórica no Estado. O recorde anterior alcançado foi em 2010/2011, com 2.983 quilos por hectare. Outras culturas contabilizadas são a de feijão, arroz, algodão, sorgo e mamona. Esta última foi a única que registrou baixa na produtividade, com redução de 1% em relação à safra anterior, mas por razões econômicas de demanda, e não ambientais, segundo Thiago. “A mamona é uma cultura que teve seu incentivo por causa de um projeto para biodiesel, mas tem diminuído muito. Em todo o Piauí, soma apenas 200 hectares de produção. Esses números se dão porque é um produto que não tem muita comercialização”, ele esclarece. Nas demais culturas, todas tiveram aumento de mais de 100% de produtividade.

A melhora das safras, segundo a meteorologista da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar) do Piauí, Sônia Feitosa, se deu por causa do aumento pluviométrico no Piauí este ano. “Nós tivemos um fevereiro bem chuvoso e um mês de março bom, chegando a ser acima da média no norte do Estado. Já abril e maio foram abaixo da média. A tendência é que as chuvas acabem e as temperaturas se elevem”, ela conta. Até mesmo as chuvas esporádicas que ainda acontecem no Piauí devem desaparecer nas próximas semanas. “Não temos mais previsão de chuvas, a não ser aquelas mais isoladas provocadas por um sistema que esteja atuando no norte do Estado. Mas nada com característica de período chuvoso, principalmente no sul do Piauí, onde se concentram as plantações de soja. A tendência é que as chuvas acabem e as temperaturas se elevem. Vai esquentar durante o dia, à tarde, mas no começo do dia serão temperaturas mais amenas”, ela informa.

Fonte: Meio Norte