Recuos nos embarques de milho na terceira semana de março

Apesar da queda ao longo do mês, a média exportada diariamente aumentou 40,8% na comparação com fevereiro/20

As exportações brasileiras de milho recuaram ao longo de março. Segundo a Secretária de Comércio Exterior (Secex), a média diária embarcada foi de 27,09 mil toneladas no acumulado até a terceira semana do mês, frente as 34,55 mil toneladas exportadas por dia na segunda semana e as 60,80 mil toneladas diárias na primeira semana de março.

Apesar da queda ao longo do mês, a média exportada diariamente aumentou 40,8% na comparação com fevereiro/20, mas foi 21,6% menor que a média de março do ano passado.

Mesmo com o câmbio valorizado, a expectativa é de que as exportações brasileiras de milho sigam em queda, ao passo que os embarques de soja em grão deverão seguir crescentes nas próximas semanas, com a boa oferta e preços da soja em alta, em reais.

Com relação aos preços do milho, estes também estão firmes no mercado físico, com negócios entre R$57,00 e R$58,00 por saca de 60 quilos na região de Campinas-SP, segundo levantamento da Scot Consultoria.

Já no mercado futuro (B3), houve recuos nos preços dos contratos de milho ao longo dessa semana.

SCOT CONSULTORIA- 26/03/2020