Milho abre a semana próximo da estabilidade após relatórios do USDA

A segunda-feira (13) começa com poucas movimentações para os preços internacionais do milho futuro na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registravam flutuações máximas de 1 ponto negativo por volta das 08h51 (horário de Brasília).

O vencimento março/20 era cotado à US$ 3,85 com estabilidade, o maio/20 valia US$ 3,92 com estabilidade, o julho/20 era negociado por US$ 3,99 com queda de 0,25 pontos e o setembro/20 tinha valor de US$ 3,99 com desvalorização de 1 ponto.

Os futuros do milho começam a semana sem muitas movimentações após a divulgação dos últimos relatórios do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) na sexta-feira (10).

“O USDA elevou suas estimativas de produção de milho, o que surpreendeu alguns comerciantes após o clima desfavorável das safras no ano passado e uma colheita desafiadora a partir de então. Porém, os aumentos foram parcialmente compensados ​​por menos hectares colhidos”, aponta Colin Packham da Reuters Sydney.

Notícias Agrícolas – 13/01/2020